fbpx

Quais os benefícios de alugar seu carro para motoristas de aplicativo

Alugar seu carro para motoristas de app é uma boa ideia? Bem, é comum que muitas pessoas tenham essa dúvida. Hoje em dia, graças a tecnologia, muitas novas formas de trabalho surgiram, incluindo os motoristas de aplicativo, como Uber.

Porém, nem todos tem um carro próprio ou não tem dinheiro para comprar um no momento, por isso optam por alugar. Sendo assim, é uma via de mão dupla que acaba beneficiando ambos os lados, continue lendo para entender mais!

Alugar seu carro : benefícios

Não há dúvidas de que o principal requisito para trabalhar como Uber ou como motorista de qualquer outro app, é ter um carro. Mas, não tão simples assim, é preciso que o carro atenda a todos os requisitos.

Sendo assim, há muitas pessoas que não dispõe de um carro para o trabalho e por isso optam por alugar, ao invés de comprar. Afinal, há muitas pessoas que não usam os seus carros devido aos gastos e, por isso, ficam parados na garagem.

Deixar o carro parado na garagem é um erro que muitos cometem, pois mesmo não usando, ainda será preciso pagar o IPVA. Além de outros problemas que o carro pode vir a apresentar caso fique muito tempo parado.

Com uma ferramenta que poderiam estar ganhando dinheiro bem diante de si, a maioria das pessoas encontram a solução em alugar os seus veículos. Portanto, caso você tenha um carro e esteja pensando em alugar, veja quais são os benefícios.

1. Alugar seu carro gera uma renda extra:

Em primeiro lugar, a principal vantagem de compartilhar seu carro para app de motorista é a economia que oferece. Vale notar que o valor do aluguel do seu carro, irá variar de acordo com o modelo, mas de modo geral, a faixa é de R$ 500,00 por semana.

Então, vamos supor que o seu carro valha 25 mil e você o alugar por 2 mil por mês. Seguindo essa lógica, no período de um ano, o aluguel do seu carro traria uma renda bruta de 24 mil.

Contudo, é preciso atentar-se também aos gastos que um carro gera, que não são poucos, como por exemplo:

  • IPVA;
  • Seguro;
  • Manutenção;
  • Desvalorização;
  • Entre outros.

Sendo assim, é preciso colocar no papel todos os gastos que você tem com o carro e qual o valor que irá receber alugando o veículo. Assim você terá uma ideia melhor e mais ampla sobre qual seria a renda mensal que ganhará.

Mas, de modo geral, alugar o seu carro rende uma grana extra que é melhor do que deixá-lo parado, não é mesmo?

2. Qualquer problema é responsabilidade do motorista:

Ao alugar o seu carro, ele ficará sob a proteção do seguro. Porém, caso ocorra um problema mais simples, como pequenos danos ou limpeza do veículo, o motorista é que ficará responsável por arcar com as despesas.

3. Todas as multas serão transferidas:

Se o motorista receber uma multa ao alugar o seu carro para trabalhar, tanto a cobrança quanto os pontos irão para a CNH dele. Esse procedimento de transferência é bem simples, que é feito por meio de um contrato assinado pelo condutor.

4. Você escolhe quando alugar:

Por fim, é você quem irá determinar por quanto tempo deseja alugar o seu carro, se é por tempo integral ou apenas por um certo período. Ou seja, você define os dias, horários que deseja compartilhar o seu carro.

Como alugar seu carro ?

A cada dia as pessoas buscam por meios para reduzir os custos mensais de ter um veículo, pois como dito, não é barato. Dessa forma, a opção de alugar o seu próprio carro para motoristas de app tem sido muito usada.

Se você se enquadra dentro desse caso, então você pode obter uma boa renda extra, como mostrado acima. Os apps de transporte, como Uber, 99 Pop e Cabify tem se tornado cada vez mais usados para alugar o seu carro.

Então, alugar o seu carro é um negócio que beneficia ambos os lados, como você pôde ver. Mas, apesar de ser rentável, é preciso tomar certos cuidados para evitar dores de cabeça devido a problemas.

Afinal, deixar o seu carro sob os cuidados de uma pessoa estranha pode ser, no mínimo, arriscado. Por isso é essencial estar ciente em relação aos riscos e o que fazer para evitá-los quando for alugar o seu carro.

1. Faça um contrato para alugar:

Uma das melhores formas de se precaver é fazer um contrato de aluguel do carro no âmbito jurídico. O contrato, que funciona da mesma forma como nos aluguéis de imóveis, é crucial para impedir que você tenha certos prejuízos ao alugar o seu carro.

2. Escolha bem o motorista:

Alugar o seu carro para uma pessoa que não conhece é perigoso, por isso o ideal é que você conheça primeiro o motorista a quem pretende alugar o seu carro. O primeiro passo é conferir se a CNH está em dia e se é compatível com a categoria.

Outra boa ideia é consultar o CPF da pessoa e os seus antecedentes criminais antes de alugar o seu carro. Para certificar-se de que você será, de fato, pago também vale fazer uma análise de crédito da pessoa.

Além disso, alugar o seu carro para pessoas que você já conheça, é uma boa opção, porém não descarta os outros cuidados. Caso não conheça ninguém, busque indicados de outros motoristas.

3. Mantenha contato com o motorista

Outro ponto importante é manter contato com o motorista em questão ao compartilhar o seu carro. Pois, dessa forma fica mais fácil para resolver certas questões, incluindo o pagamento.

4. Alugue seu carro por meio de um site:

Uma opção mais segura para investir o seu carro é por meio de sites focados nessa área. Isso porque, a maioria desses sites são cobertos por seguro e, desse modo, garantem que o seu carro esteja protegido quando estiver com o motorista.

O seu seguro pessoal do carro não será acionado, pois a apólice é feita de forma exclusiva para o aluguel.

Conclusão

Mas, afinal, vale ou não a pena alugar o meu carro? A resposta é: sim, vale a pena. Ainda mais se o seu carro estiver parado pegando pó na garagem, apenas tenha bastante cuidado.

Por fim, o que achou desse conteúdo? Foi útil para você? Ainda tem alguma dúvida? Deixe então o seu comentário!

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Posts em destaque
Menu