fbpx

Carros Elétricos: Uber pagará mais para motoristas com esses veículos

Além dessa estratégia de incentivo aos motoristas a adquirirem carros elétricos a empresa anunciou a compra da JUMP Bike. Uma startup de Nova York, especializada em bicicletas elétricas. O incentivo da Uber se dará através de bônus financeiros aos motoristas que tiverem a iniciativa de trocar seus veículos convencionais que consomem combustíveis fósseis para carros elétricos.

Os primeiros testes dessa iniciativa estão sendo realizados em algumas cidades fora do país. São elas: Austin, Los Angeles, Montreal, Sacramento, San Diego, São Francisco e Seattle. Importante lembar que os valores de incentivo fiscal variam de cidade para cidade.
A Uber também fará parceria com organizações sem fins lucrativos com o objetivo de incentivar o uso dos carros elétricos. A iniciativa propõe algumas outras vantagens como o acesso gratuito em pontos de carregamento para veículos com emissão zero de combustível fóssil.

Essa estratégia faz parte de ações que visam uma “limpeza” na imagem da empresa. A Uber vem sendo muito atacada como vilã na rede de aplicativos de mobilidade urbana. A novidade ainda deve demorar a chegar no Brasil. Entretanto, o projeto tem o propósito de incentivar o uso de carros elétricos de forma global.
Mesmo em países que inicialmente não serão contempladas com a novidade, o uso de carros elétricos vem se tornando assunto recorrente. Além da importância ambiental que a questão expõe o auto preço dos combustíveis fosseis trás a tona a utilização ou não desses veículos.

Vantagens e desvantagens dos carros elétricos

Os carros elétricos são seguros, confiáveis, são mais duráveis e apresentam baixo custo de manutenção. Além disso, não consome energia enquanto estão parados.  Outra vantagem é que o motor é menor que dos carros convencionais. Também não emitem ruídos nem gases poluentes. E uma questão importante. Eles apresentam desempenho semelhante as carros convencionais, podendo chegar a 160 Km/h.
Entretanto, algumas questões dificultam a maior adesão dos veículos elétricos. A baixa durabilidade da bateria é uma delas, podendo se tornar inviável o uso dentro de 4 a 5 anos.
A outra grande reclamação é quanto a demora para a recarga da bateria. A lentidão no processo de recarga se dá justamente para aumento da vida útil da bateria, no entanto é para muitos uma grande desvantagem.
Fique de olho nas próximas novidades sobre o assunto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Posts em destaque
Menu